Quais são as melhores dicas para viver com a doença de Parkinson?

A doença de Parkinson afeta a quantidade de dopamina que o corpo cria. Viver com a doença de Parkinson pode ser difícil, mas pode ser mais fácil de lidar se uma pessoa se esforçar para se exercitar, dormir bem, tomar a medicação e permanecer positiva. Obter apoio através de grupos ou de entes queridos também pode ajudar no gerenciamento dos sintomas mentais de Parkinson.

Criar uma lista de objetivos para cada dia pode ajudar aqueles que vivem com a doença de Parkinson. Uma pessoa precisa considerar o que não quer que a doença de Parkinson afete em sua vida e desenvolver um conjunto de objetivos que lhe permitam continuar fazendo isso. Os objetivos podem ser sobre um hobby, trabalho, cuidar da casa e muitas outras coisas.

Aqueles que vivem com a doença de Parkinson costumam achar que realizar tarefas simples, como se vestir de manhã, pode ser complicado. Pode ser útil para uma pessoa que vive com Parkinson planejar com antecedência, dando tempo para as tarefas serem concluídas. Esperar até o último minuto para fazer alguma coisa pode ser difícil para uma pessoa que vive com Parkinson. Planejar com antecedência também pode aumentar a quantidade de independência que uma pessoa é capaz de manter.

As emoções podem piorar quando alguém é diagnosticado com a doença de Parkinson. Ele pode sentir raiva, triste, confuso, frustrado, deprimido ou chocado. Obter apoio de um terapeuta, grupo de apoio ou entes queridos permite que a pessoa que vive com a doença de Parkinson comece a trabalhar com esses sentimentos e encontre uma maneira de expressá-los.

Uma boa dica para quem vive com a doença de Parkinson é sempre ter uma boa noite de sono. Alguns dos sintomas que ocorrem com a doença podem dificultar isso, mas algumas alterações no estilo de vida de uma pessoa podem ajudar a garantir um sono melhor. Antes de dormir, a pessoa deve evitar beber água, cafeína e álcool. Ele deve marcar um horário específico todos os dias em que vai para a cama e outro horário para quando sair da cama. Isso deve ser seguido todos os dias.

O exercício não só ajudará uma pessoa a dormir melhor, mas também fortalecerá os músculos. Equilíbrio, flexibilidade e resistência também podem melhorar com o exercício. Certos planos de exercícios, como o yoga, podem ajudar a manter o corpo de uma pessoa saudável, fortalecendo e melhorando a respiração.

O tipo certo de nutrição pode desempenhar um papel vital em viver bem com Parkinson. Certos tipos de alimentos podem reagir mal com alguns dos medicamentos administrados para tratar a doença. Comer corretamente também pode impedir a perda de peso, a desidratação e a impactação intestinal, que são problemas típicos associados à doença.

OUTRAS LÍNGUAS

Este artigo ajudou você? Obrigado pelo feedback Obrigado pelo feedback

Como podemos ajudar? Como podemos ajudar?