Qual é o sinal de Kehr?

O sinal de Kehr é geralmente caracterizado como uma dor aguda e repentina sentida na ponta de cada ombro. Pode ser sentida em pé, mas os pacientes geralmente acham que a dor se intensifica quando se deitam e levantam os pés. Isso acontece porque a fonte da dor do sinal de Kehr geralmente se origina em algum lugar do abdômen. A dor viaja através do sistema nervoso, em vez de se concentrar na área irritada. Qualquer pessoa com o sinal de Kehr deve ser levada ao hospital imediatamente. Esse tipo de dor geralmente está associado a um baço rompido, uma falha na gravidez ectópica ou uma irritação grave de um dos órgãos inferiores.

O médico alemão Hans Kehr é frequentemente creditado com a descoberta do sinal de Kehr, dando a essa condição seu nome. Kehr era um cirurgião da vesícula biliar da Turíngia, na Alemanha, que praticava medicina desde o final do século XIX e até o início do século XX. Embora essa dor apunhalada reveladora tenha o nome de Kehr, os historiadores especulam que o médico só suspeitava da conexão entre dor no ombro e sofrimento abdominal. Parece que ele nunca provou sua hipótese, mesmo que ela tenha sido precisa.

Pode parecer estranho que o sofrimento na metade inferior do corpo possa exibir dor no ombro, mas mesmo uma compreensão superficial do sistema nervoso pode explicar isso. O nervo frênico está ligado a várias vértebras localizadas acima e abaixo da cintura. Ele também se conecta a vários grandes sistemas nervosos que estão ligados aos órgãos na parte inferior do corpo e aos nervos nos músculos dos ombros. Sabendo disso, faz sentido que qualquer ruptura que ocorra ao redor do nervo frênico possa resultar na dor do sinal de Kehr.

Aqueles com essa dor aguda devem descrever exatamente o que sentem a um médico, mesmo que pareça não ter relação com a dor no ombro. Pessoas que sofrem de ruptura do baço ou da vesícula biliar também podem sentir uma sensação de queimação no abdômen. Esse sentimento geralmente está no mesmo lado do corpo que o ombro doloroso.

As mulheres devem observar quando foi o último período menstrual e se estão tentando engravidar ou não, pois o sinal de Kehr pode ser uma evidência de uma gravidez ectópica. Isso ocorre quando um embrião começa a crescer na trompa de Falópio em vez de no útero. Não há espaço suficiente para o embrião crescer na trompa de Falópio, geralmente causando a sua ruptura. Isso sempre termina em um aborto, mas também pode ser extremamente perigoso para a mulher. Quanto mais cedo ela consultar um médico, maior será a chance de manter sua fertilidade e sua vida.

OUTRAS LÍNGUAS

Este artigo ajudou você? Obrigado pelo feedback Obrigado pelo feedback

Como podemos ajudar? Como podemos ajudar?