O que é leucoderma?

Leucoderma é uma doença de pele observada por manchas e manchas brancas feias na pele. As manchas brancas são conhecidas como leucoderma, com manchas envolventes sendo geralmente observadas como vitiligo. Manchas brancas na pele são formadas devido à perda de melanina, um pigmento colorido que dá cor à pele. A leucodermia geralmente começa com um pequeno adesivo localizado, espalhando-se lentamente por outras partes do corpo com o passar do tempo.

O sintoma mais reconhecível da leucoderma é a perda de pigmento, que produz manchas totalmente sem pigmentação. Tende a se manifestar na pele desprotegida como mãos ou braços. As membranas mucosas no interior da boca também podem ser afetadas pela leucoderma, com manchas brancas aparecendo também nos lábios.

Um médico pode diagnosticar leucoderma analisando a pele sob um microscópio para determinar a ausência de melanina. O médico pode recomendar que um paciente visite um especialista como um dermatologista para uma biópsia adequada para descartar doenças da pele que possam afetar adversamente a pigmentação da pele. Um exame de sangue pode permitir que o médico visualize os níveis hormonais e as secreções da tireóide, ajudando-o a chegar a uma conclusão sobre o que está causando as manchas brancas.

Os tratamentos para leucoderma tendem a ser geralmente ineficazes, com pouco ou nenhum sucesso marginal. As tecnologias médicas que podem ajudar a aliviar a doença incluem medicamentos, cremes despigmentantes como a monobenzona para clarear totalmente as áreas mais escuras para um tom de pele mais uniforme e terapia a laser. A recomendação de um profissional de saúde ou de um especialista em pele deve ser procurada para determinar qual caminho de tratamento será capaz de aliviar as manchas brancas, pois diferentes tipos de pele reagem de maneira diferente aos vários remédios.

Apesar de análises médicas complexas, a comunidade médica ainda está tentando determinar a causa precisa de leucoderma. A formação do distúrbio tende a ser esporádica, ocorrendo em uma variedade de dados demográficos e grupos de pessoas. Existem inúmeras teorias sobre o que pode causar a doença, com muitas teorias sendo amplamente aceitas pela comunidade médica.

Uma teoria que é comumente promovida é a de identidade defeituosa, onde o sistema imunológico confunde a melanina como um contaminante estranho, o que faz com que o corpo a destrua. Desequilíbrios químicos no corpo que criam manchas brancas são outra teoria dos profissionais médicos. A terceira teoria afirma que as células de melanina são destruídas devido à exposição prolongada a produtos químicos externos.

OUTRAS LÍNGUAS

Este artigo ajudou você? Obrigado pelo feedback Obrigado pelo feedback

Como podemos ajudar? Como podemos ajudar?