O que é o líquen escleroso?

O líquen escleroso é uma condição dermatológica que afeta principalmente as mulheres após a menopausa, embora mulheres mais jovens, homens e até crianças possam desenvolver o líquen escleroso. Essa condição é geralmente benigna e geralmente desaparece por conta própria, mas em determinadas regiões do corpo, podem surgir complicações. É uma boa ideia procurar aconselhamento médico sobre qualquer irregularidade da pele, para que o local possa ser examinado e diagnosticado.

No líquen escleroso, manchas brancas brilhantes se desenvolvem na pele e se espalham lentamente, tornando a área branca e brilhante. Então, a pele começa a afinar, enrugar e tornar-se escamosa ou escamosa. O líquen escleroso é particularmente comum em torno da área genital e também pode causar complicações nessa região do corpo ao apertar a pele, causando potencialmente relações sexuais dolorosas. O líquen escleroso também pode deixar cicatrizes desagradáveis ​​se não for tratado em um estágio inicial.

A causa dessa condição não é conhecida. Alguns pesquisadores suspeitam que isso possa estar relacionado ao declínio dos hormônios sexuais ou ao mau funcionamento do sistema imunológico. Muitos médicos prescrevem cremes tópicos com hormônios sexuais, medicamentos que atuam no sistema imunológico ou esteróides para combater o líquen escleroso, todos com graus variados de sucesso. O uso de medicamentos parece reduzir as cicatrizes, embora possa levar algum tempo e vários medicamentos para chegar ao melhor tratamento. A cirurgia também pode ser oferecida em alguns casos, dependendo do local do líquen escleroso.

O líquen escleroso parece feio, mas não é contagioso ou perigoso. A maioria das pessoas procura tratamento por razões estéticas, porque não gosta da aparência da pele branca e irregular e quer evitar cicatrizes. O líquen escleroso também pode ficar com coceira ou dor, especialmente se se espalhar por uma grande área, e o desconforto associado à condição é outro motivo para procurar tratamento.

Qualquer alteração na sua pele pode ser um sinal de que algo está errado. Muitas condições da pele parecem semelhantes nos estágios iniciais, mas requerem tratamentos diferentes, o que torna necessária uma visita ao dermatologista para garantir que a condição seja tratada adequadamente. Se uma irregularidade da pele se desenvolver e se espalhar ou não se resolver dentro de uma semana, é hora de uma visita ao médico. O médico fará um exame físico e poderá fazer uma biópsia da pele para fazer o teste para confirmar o diagnóstico. Uma vez diagnosticada a condição, as opções de tratamento podem ser discutidas.

OUTRAS LÍNGUAS

Este artigo ajudou você? Obrigado pelo feedback Obrigado pelo feedback

Como podemos ajudar? Como podemos ajudar?