Qual é a conexão entre alcoolismo e depressão?

Alcoolismo e depressão freqüentemente aparecem juntos quando as pessoas estão lutando de uma maneira ou de outra em suas vidas. É difícil identificar uma causa exata para qualquer uma delas; em alguns casos, parece que o alcoolismo pode levar à depressão, enquanto em outros parece que a depressão pode fazer com que alguém comece a beber álcool excessivamente. Certamente, nem sempre existe uma correlação direta entre os dois, no entanto, portanto, não devem ser feitas suposições sobre a saúde mental ou o processo de tomada de decisão de alguém ao considerar o alcoolismo e a depressão. Às vezes, tendências para qualquer doença podem ocorrer na família.

Em muitos casos, no entanto, alcoolismo e depressão existem juntos. O álcool é depressivo e, se consumido em excesso regularmente, um indivíduo pode descobrir que está desenvolvendo tendências para comportamentos ou humor depressivos. Em seguida, pode progredir para depressão clínica completa, que geralmente é agravada se alguém continuar bebendo álcool. Muitas vezes, recomenda-se que as pessoas propensas à depressão evitem completamente o álcool, pois isso pode agravar rapidamente a condição.

A conexão entre alcoolismo e depressão também pode ocorrer na outra direção. Algumas pessoas usam o álcool como um método para lidar com a depressão quando sentem que não têm outras opções, em vez de procurar tratamento por um terapeuta ou medicação por um médico. Alguns optam por usar o álcool como uma maneira de entorpecer sentimentos de tristeza, raiva, ansiedade ou outras emoções frequentemente associadas à depressão.

Portanto, é relativamente fácil tornar-se dependente do álcool para evitar sentimentos de depressão. Se desmarcado, isso pode levar ao alcoolismo. As conexões entre álcool e depressão nem sempre são diretas, mas certamente existem para muitas pessoas. Além disso, é possível que alguém fique deprimido se tentar superar sua dependência do álcool por conta própria, mas fique desanimado e sinta que é insuperável.

Alcoolismo e depressão são frequentemente tratados com terapia; medicamentos também podem ser prescritos para tratar a depressão, mas geralmente é muito importante que qualquer pessoa que esteja tomando medicamentos para depressão pare de beber álcool para evitar efeitos colaterais perigosos. Algumas pessoas acham que a terapia individual e em grupo pode ser extremamente benéfica para superar o alcoolismo e a depressão. Tanto o alcoolismo quanto a depressão podem ser condições ao longo da vida, mas com o tratamento adequado, podem ser completamente gerenciados e não precisam mais impactar negativamente a vida de alguém.

OUTRAS LÍNGUAS

Este artigo ajudou você? Obrigado pelo feedback Obrigado pelo feedback

Como podemos ajudar? Como podemos ajudar?