O que é um modelo de objeto de componente distribuído?

Nas últimas décadas, os cientistas da computação trabalharam para melhorar o desempenho geral do computador usando a tecnologia de componentes distribuídos. O modelo de objeto de componente distribuído (DCOM) foi criado pela Microsoft® para permitir a distribuição dos componentes de software da Microsoft® em vários servidores de computador. Essa tecnologia permite que os servidores sejam agrupados em uma empresa, o que cria uma grande escalabilidade em toda a empresa.

O modelo de objeto de componente distribuído foi introduzido pela primeira vez no sistema operacional Windows® NT no final dos anos 90. Essa tecnologia foi uma adição progressiva à estrutura do modelo de objeto comum (COM) padrão usada na maioria dos aplicativos de software da Microsoft®. Embora a estrutura COM fornecesse um método para acessar vários aplicativos de uma máquina, ela não funcionava com máquinas externas na rede da empresa.

Compartilhar componentes e serviços de software são práticas padrão hoje na Internet. Alguns exemplos são vistos em sites de reservas de viagens que se conectam a hotéis, companhias aéreas e agências de aluguel de carros. Essa tecnologia possibilita aos computadores compartilhar aplicativos de software em várias redes. O modelo de objeto de componente distribuído é a tecnologia que faz com que muitos aplicativos Microsoft® funcionem em uma rede.

Existem muitas tecnologias concorrentes semelhantes ao modelo de objeto de componente distribuído da Microsoft®. Essas tecnologias incluem COM, COM + e serviços da web. O DCOM é usado principalmente por organizações que usam produtos Microsoft®.

Uma das desvantagens de usar o modelo de objeto de componente distribuído é a necessidade de usar toda a coleção de produtos Microsoft® para oferecer suporte a esses componentes. Isso inclui o sistema operacional Windows®, servidores da web e camada de banco de dados. O DCOM é proprietário da Microsoft® e requer que a tecnologia subjacente da Microsoft® funcione corretamente.

O DCOM é considerado uma tecnologia da camada de comunicação entre processos. Ele permite que um computador acesse outro aplicativo em um computador separado na rede. Isso permite que os aplicativos sejam compartilhados entre vários servidores.

A maioria das empresas evoluiu do uso das tecnologias DCOM e COM para um software de serviço da web mais progressivo. Esse tipo de software é mais flexível que o DCOM padrão, pois pode executar várias configurações de software e plataformas de hardware. Isso é essencial para o software na Internet, porque os clientes externos geralmente são mais genéricos.

OUTRAS LÍNGUAS

Este artigo ajudou você? Obrigado pelo feedback Obrigado pelo feedback

Como podemos ajudar? Como podemos ajudar?