Como escolho o melhor mini torno de madeira?

Existem alguns fatores a considerar ao escolher um mini torno de madeira. Os mais importantes são o tamanho do giro, o comprimento da cama e a construção ou peso do torno. Você também pode precisar escolher entre velocidades variáveis ​​ou fixas. Considerações adicionais incluem a disponibilidade de peças de reposição e suporte técnico.

Se você pretende usar pedaços largos de madeira, procure um torno com um tamanho de giro adequado. Um mini torno de madeira com um tamanho de giro de 10 polegadas (cerca de 25 centímetros) pode conter um pedaço de madeira com até 10 polegadas de diâmetro. Isso pode ser especialmente importante se você planeja criar objetos largos, como tigelas.

O comprimento do leito refere-se ao comprimento máximo dos objetos que ele pode conter. Se um torno tiver um comprimento de cama de 12 polegadas (cerca de 30 centímetros), ele poderá segurar um objeto com até 12 polegadas de comprimento. Um mini torno de madeira pode ser estendido através do uso de uma extensão da cama, que normalmente é adquirida separadamente.

O peso e a construção do torno são fatores menos óbvios, mas são igualmente importantes na escolha de um mini torno de madeira. A maioria das pessoas supõe que uma construção mais leve é ​​melhor, mas os tornos mais pesados ​​são mais precisos. Uma cama de ferro fundido ajudará a absorver a vibração ao girar um pedaço de madeira, e isso significa que a rotação será mais precisa.

Outra consideração importante é se você deseja um mini torno de madeira com velocidade variável ou fixa. Um torno com velocidade variável pode mudar de velocidade com o pressionar de um botão ou com o uso de um pedal. Velocidades variáveis ​​oferecem um maior nível de controle sobre o giro. Se você planeja assumir projetos que exigem mudanças frequentes de velocidade, um torno com velocidade variável pode ser uma escolha melhor.

Um mini torno de madeira com velocidade fixa ainda pode mudar de velocidade, mas apenas alterando as correias da polia. Para fazer isso, é necessário remover um painel de acesso; portanto, alterar as velocidades em um torno de velocidade fixa significa interromper o processo de torneamento para mudar as correias. Tornos com velocidades fixas são mais adequados para projetos em que todo o objeto pode ser criado usando apenas uma ou duas velocidades.

Você também deve pesquisar a disponibilidade de peças de reposição para o modelo que deseja comprar. Tornos importados podem ser mais baratos, mas pode ser difícil encontrar peças de reposição. A importação de peças também pode ser cara, por isso é melhor consultar os fornecedores com antecedência.

O suporte técnico é outra consideração que às vezes é negligenciada. É bom saber que a assistência está disponível caso você precise. Os produtos importados geralmente não oferecem suporte técnico. Verifique se há produtos com números de suporte gratuitos ou que oferecem assistência por e-mail aos clientes.

OUTRAS LÍNGUAS

Este artigo ajudou você? Obrigado pelo feedback Obrigado pelo feedback

Como podemos ajudar? Como podemos ajudar?