O que é o corpo vertebral?

As vértebras são os ossos que compõem a coluna vertebral em humanos e outros vertebrados. O corpo humano tem 33 vértebras, 24 das quais compõem a coluna vertebral. O corpo vertebral é a maior parte de cada vértebra. É uma estrutura óssea espessa que fornece força à coluna vertebral e proteção para a medula espinhal.

O corpo vertebral parece um cilindro curto, embora a forma varie um pouco dependendo de onde está localizado. Existem sete vértebras cervicais que compõem o pescoço. A primeira vértebra cervical, chamada atlas, não possui corpo vertebral. Tem a forma de um anel ósseo que gira em torno da segunda vértebra cervical, chamada eixo, dando ao pescoço a capacidade de girar. Os corpos das seis vértebras cervicais restantes são mais alongados que os do restante da coluna vertebral.

As 12 vértebras torácicas estão localizadas nas costas média e superior. Esta área da coluna vertebral é anexada à caixa torácica e tem muito pouco movimento. O corpo dessas vértebras é mais curto que o de uma vértebra cervical e mais fino que o encontrado na região lombar.

Os cinco corpos vertebrais lombares encontrados na região lombar são maiores e mais espessos do que aqueles localizados nas regiões cervical e torácica. Esse tamanho aumentado é necessário para acomodar a carga e a pressão exercidas contra a região lombar. Esses ossos são projetados para flexão e extensão, mas não para rotação. A região lombar carrega a maior parte do peso do corpo e é a principal área de dor nas costas.

Um anel ósseo é anexado a cada corpo vertebral e, quando as vértebras são empilhadas, elas formam uma coluna oca para a passagem da medula espinhal. O corpo vertebral está posicionado na parte externa da coluna vertebral, o que oferece proteção extra ao cordão sensível. Entre cada vértebra, há uma almofada macia chamada disco intervertebral que funciona como um amortecedor e protege os ossos de fricção uns contra os outros.

O corpo vertebral é uma estrutura de suporte de carga e, com o tempo, pode desenvolver uma fratura por compressão. Isto é especialmente verdadeiro em mulheres na pós-menopausa ou em pacientes que sofrem de osteoporose, uma condição que faz com que os ossos afinem ou soltem densidade. Embora menos comuns, as fraturas por compressão também podem ocorrer como resultado de um incidente traumático, como uma queda. Os sintomas incluem dor, formigamento ou pinçamento dos nervos e curvatura na coluna vertebral. O diagnóstico geralmente é confirmado com um raio-x.

Uma fratura por compressão geralmente cura em oito a dez semanas, e o tratamento geralmente envolve o controle da dor e aborda a causa subjacente da fratura. Se a condição é resultado da osteoporose, é altamente provável que o paciente sofra mais fraturas. Nesses casos, o tratamento aborda a perda de densidade óssea e inclui medicamentos, cálcio e exercícios. Se a dor for intensa, um procedimento cirúrgico conhecido como vertebroplastia pode ser recomendado. A vertebroplastia envolve a injeção de cimento no corpo vertebral para estabilizar a fratura e aumentar a densidade da área afetada.

OUTRAS LÍNGUAS

Este artigo ajudou você? Obrigado pelo feedback Obrigado pelo feedback

Como podemos ajudar? Como podemos ajudar?