O que é um ventilador sem lâminas?

Um ventilador sem pás é capaz de impulsionar o ar sem o uso de pás. Diferentes tipos de ventiladores sem pás estão disponíveis no mercado, incluindo ventiladores elétricos oscilantes e ventiladores de teto. Os ventiladores sem pás operam puxando o ar com um motor e impulsionando-o de volta através de um impulsor interno. Os ventiladores sem lâminas são muito mais alérgicos que os convencionais: coletam e espalham menos poeira e podem ser equipados com sistemas de filtragem de ar.

O ventilador de teto sem lâminas foi pioneiro por uma empresa chamada Purifan. A empresa criou um sistema de ventiladores no qual o ar é aspirado por motores, limpo por um filtro HEPA e distribuído por toda a sala. O filtro e a ausência de pás garantem que o ar circulante tenha muito menos alérgenos do que um ventilador de teto convencional. Os ventiladores de teto sem pás consomem tanta energia quanto um ventilador normal e são capazes de disseminar o ar rapidamente.

Em 2009, Sir James Dyson, o inventor inglês conhecido pelo aspirador sem saco, estreou uma versão sem lâminas do ventilador de sala padrão. Esse tipo de ventilador sem pás é capaz de oscilar para frente e para trás como faria com um ventilador elétrico normal e afirma ser capaz de produzir uma corrente de ar mais forte e aerodinâmica. O ventilador sem pás fica em uma base com o fluxo de ar através de um portal com anéis, semelhante a uma turbina a jato. O ar é aspirado por um motor na base e impulsionado para fora através da abertura cilíndrica. Usando a tecnologia de fluxo de ar chamada indução, o ar atrás do ventilador é aspirado e transportado com a corrente de ar sendo impulsionada para fora. Outro processo chamado arrastamento, no qual o ar abaixo e acima do ventilador é puxado para a corrente de ar, também gera uma corrente de ar mais poderosa. Segundo Dyson, esses processos tornam a corrente de ar gerada pelo ventilador quinze vezes mais forte.

Os fabricantes de ventiladores sem pás alegam eliminar o fluxo de ar instável gerado pelas pás. Com motores e impulsores, a corrente de ar se assemelha mais a um fluxo sólido, em oposição a ondas de ar. Não apenas o fluxo de ar é mais consistente, como também pode ser mais frio, devido ao advento dos sistemas de refrigeração localizados dentro do ventilador. A possibilidade de correntes de ar mais fortes e limpas, juntamente com a remoção de pás potencialmente perigosas e agitadas, faz com que o ventilador sem pás não seja apenas uma esquisitice elegante e futurista, mas talvez um investimento prático em uma alternativa eficiente ao ventilador convencional.

OUTRAS LÍNGUAS

Este artigo ajudou você? Obrigado pelo feedback Obrigado pelo feedback

Como podemos ajudar? Como podemos ajudar?